sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Terapia pós quimio... Faxina!


Oi meus queridos,

Tá virando rotina, depois da quimio, faxina! Me dá uma disposição pra lava-lava encera-encera... parece coisa de doida, sei lá!
Hoje, levantei cedo para ir ao ICESP, conversar com a Rachel psicóloga. Chegando lá, descobri que errei a data, a consulta é amanhã.
Voltei pra casa furiosa. Raiva de mim mesma, por interromper meu sono, sair ainda frio... Enfim...
Então, para descarregar a fúria, fui torcer umas roupinhas. Depois, o almoço e por fim, a faxina.
A Tatá se encarregou de cuidar das nossas plantas. Só violetas são sete vasos. Ela mudou a terra, podou, limpou as folhas, enfim, também fez uma faxina verde.
A casa está linda e leve.
A Tainá terminou nossa arvorezinha de Natal.
Vocês vão ver como ficou mimosa! É para esperar a chegada do Jesus Menino. E agradecer por mais um Natal.


Acredito que Deus irá me abençoar em ver a passagem do ano. Assim espero. Quero ver os fogos da Paulista com minha filha.
E pedir um 2012 de saúde, paz, amor, realizações e solidariedade. E agradecer:
Domingo, inicio um novo ano de vida. Serão 59. É tempo!
Espero que sábado não chova. Faz tempo que sonho em comemorar meu “niver” no samba do Pari Bar. Tomara que a meteorologia se engane de novo, já que a moça disse que o tempo vai mudar. Se mudar, acho um samba coberto. Mas, sem samba não fico! Afinal, se tem alguém com motivos para comemorar mais um ano de vida, vamos combinar? SOU EU.
__________________________________________________ 

Para Laélio e Adriana,


Que estão merecidamente felizes, desejando de coração que o amor seja a mola mestra de cada momento compartilhado. Espero que Deus os abençoe e proteja da inveja, dos falsos amigos, dos mordedores e chatos, dos que não gostam de ver a alegria alheia...
Espero que vocês aproveitem cada segundo dessa bela novidade que está sendo o estar juntos. Torço por vocês, felicidades!
Daqui, segue um abraço, um beijo, desejo de bons vinhos e melhores queijos, e muito, muito amor, feito com amor e profundidade.

Beijos,
Tania Pinheiro.

4 comentários:

Célia disse...

Oi, Tania! Você percorre todas as nuances da vida com a soberania de uma sábia! A raiva, desforra nos exercícios de uma boa faxina; as esperanças, programando celebrações com fogos e samba! Isso é rebater com fidalguia os revezes da vida! Parabéns pela força que tem e pela nova data de vida chegando. Muitas outras virão!
Abraço, Célia.

Carla Ceres disse...

Vou torcer pra não chover aí em São Paulo, Tania. Só agora, lendo sua postagem, descobri por que minhas violetas não duram. Quer dizer que precisa mudar a terra? Pobres plantas! Eu não sabia. Dava só água. Essa vida é muito estranha. Nos dá lições quando menos esperamos. Beijos!

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Passei a correr para lhe desejar um bom fim de semana! Bjs

Facundo disse...

Lembro muito quando, aqui em Fortaleza, eu chegava tarde da noite na casa da Tânia e ficava pasmo dela arrumando a casa e cozinhando.

Eu: - Que diábo é isso Tânia?
Tânia: - Tá vendo não seu viado? É cóóóólica!!!!!!!

kkkkkkkkkkkkk