terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Rompendo o silêncio...


Oi gente,

Aqueles que reservam tempo e dedicação ao blog, que acompanham nossa luta e tem expectativas de que essa tormenta acabe e a cura seja uma realidade, devem estar incomodados com todo esse silêncio. Aos amigos peço desculpas por não cumprir o que prometi... “mesmo quando tudo o que houver em seu coração for o silêncio, ainda assim estaremos aqui...” Na verdade eu Tainá estou aqui diariamente, entre a angústia e a paciência, desejando que esse momento doloroso e silencioso acabe e sempre aguardando um recadinho que aqueça o coração da minha mãe.
Fico pensando todos os dias nos pensamentos dela e busco entender seu desanimo e fragilidade. Por diversas vezes eu cobrei que ela colocasse coisas que incentivassem as pessoas, palavras que dessem força e inspiração de lutar por dias melhores, mas acho que fui realmente exigente. No meio a tristeza, ela se calou e se virou para dentro. Compreendo e respeito que isso esteja acontecendo. Todos temos um momento assim e sejamos francos, a vida não é fácil para ela... O mundo que conhecemos está cheio de dor e de lágrimas. Sorrir para ele exige muita força e superação. Mas, não posso negar que temos motivos para levantar a cabeça, acreditar e continuar lutando, enfrentando nossas mazelas e o que nos cerca, pois somos abençoadas.
Um dia quem sabe, eu me sinta digna para invadir o blog (como agora) e contar a história de vida dessa guerreira. Foram tantas as batalhas... As perdas e vitórias são marcas profundas em nossas almas, que crescem como uma fortaleza e nos tornam ainda mais unidas, mais amigas, mais mãe e filha. Por tanto, peço desculpas mamãe, se tenho falhado contigo, se sou dura às vezes e te cobro além do que deveria, é o costume de te ver lutando! Peço desculpas se não posso tomar a sua cruz e aliviar essa caminhada, afinal cada um tem a sua missão, não é mesmo? Só te peço que veja as flores lá fora... Nem tudo é dor e tristeza. E nunca, nunca, enquanto houver vida em mim, estarás sozinha. Te amo profundamente para todo o sempre!
E aos que estão conosco nessa jornada, continuem firmes, pois precisamos dessa energia que se chama companheirismo e amizade.

Um beijo carinhoso a cada um,
                                                          Tainá.

10 comentários:

Ivone Poemas disse...

Tainá, linda filha, que todas as mães pudessem ter filhas assim como você!
Desejo de coração que vocês logo possam dizer que venceram o desafio, superaram tudo e que a vida ainda irá lhes sorrir!
Há e muitos casos superados e sei que também conseguirão, abraços e beijos em vossos lindos corações, amiga linda e querida!
Beijos à sua mamãe!
Ivone

Célia disse...

Tainá e Tania... vocês foram adotadas pelo nosso amor materno-filial. Povoam nossas orações. Assim, carregamos nossas cruzes com o afeto da fé de que dias melhores virão. Caminhar segurando nas mãos de Deus é a força maior que podemos ter. Meu abraço, Célia.

Carla Ceres disse...

Tânia e Tainá, nós continuamos aqui, torcendo por vocês e admirando tanta coragem. Força, meninas! Beijos!

camila disse...

Força, mt força! Essa tempestade vai passar!! E estaremos protegidas... Tenho certeza! Bjooooo Taina!

D@nny disse...

Queridas ( Tania e Tainá ) ... saibam que estou sempre rezando por vcs ... contem com minha amizade sempre e Deus nunca esqueçe de vcs , por + dificil que seja a batalha ... Vcs serão vencedoras ... bjs

CAMILA disse...

GENTE NÃO ABANBONEM O BLOG NÃO!!! VOLTAAAA!!!!!

CAMILA disse...

OU MELHOR ABANDONEM... RRSS

Anônimo disse...

Esse silêncio todo já está virando palhaçada. Como assim? Como tá? Tá viva? Morreu?

Tu é minha amiga ou não é?

Espero que esteja bem e que volte logo.

O Guri

Célia disse...

Em oração! Silêncio preocupante! Aguardo notícias.
Abraço, Célia.

Ivone Poemas disse...

Aqui estou dando uma passadinha para saber como anda a amiga Tania?!
É necessário que deem uma satisfação, pois torcemos pela boa recuperação e desejando llogo tornar a nos comunicar!
Abraços
Ivone