sexta-feira, 9 de março de 2012

Oi meus mais do que nunca queridos!


Depois de um longo e doloroso silêncio, volto a escrever. Ontem 8 de Março, Dia internacional da Mulher, senti vergonha da minha fraqueza e quase egocentrismo. Deixei que minha dor tomasse conta dos meus dias, fechei-me para o mundo, decretei um ostracismo que me fez esquecer que assumi um compromisso com pessoas que como eu, passam por um momento difícil, mas buscam no “compartilhar”, forças para seguir em frente.
Espero que vocês me perdoem. Passei momentos difíceis demais. Aliás, ainda não passou. Hoje, além dos meus problemas de saúde, me angustio com meu querido irmão Ricardo, que está internado no Hospital do Coração de Fortaleza, correndo risco de morte. Ele, mais que irmão é meu parceiro, cúmplice, amigo, quase pai da minha filha... Sempre me apoiou nos momentos mais difíceis, e hoje, está lá, tão longe de nós, sem que eu e Tainá possamos fazer nada para acalmá-lo, acolhe-lo, dar nosso amor e carinho.
Me sinto frágil, impotente, pequenina, quase insignificante! Tenho me sentido assim nestes últimos tempos. Por isso parei de escrever.
Não me parece justo dividir com vocês tanta amargura, medo, dor e solidão.
Porém, vocês continuam aqui, parceiros, cobrando respostas... Obrigada!!!
Estivemos e ainda estamos sem internet há mais de um mês. É que a empresa de telefone ainda não cumpriu o combinado. Mas, espero que isso aconteça nos próximos dias.
Até lá, por favor, tenham um pouquinho mais de paciência comigo. Voltarei a escrever como antes. Se Deus quiser, com a mesma alegria e bom humor.
Fiz a ultima quimioterapia ontem.
Semana que vem, marcaremos a próxima cirurgia.
A luta continua! Não dá para desistir.
Por favor, me perdoem o silêncio destes tempos. Eu estava e ainda estou muito, muito triste. Mas, tenho certeza, com amigos como vocês, logo, logo vou me curar!
Meu coração ainda é um cantinho que abriga cada um de vocês.
Juro, estou fazendo “das tripas coração” para continuar lutando o bom combate!
Obrigada pelo carinho, pelo apoio, por não terem esquecido de mim.
Amo vocês.
Beijos, até já... já...
__________________________________________________

Para todos os amigos,


Que permaneceram alerta, quando eu estava guardada em meu casulo:
Deus lhes pague, abençoe, proteja e ilumine. Hoje, amanhã, para todo o sempre.
Tania Pinheiro.

5 comentários:

Célia Rangel disse...

Tania! Que retorno esperado! Saiba que estamos em orações, enviando-lhe energias positivas para todo seu enfrentamento pessoal e familiar! Deus nos carrega no colo nessas ocasiões!
Bj e orações da Célia.

Ivone Poemas disse...

Oi Tania, obrigada por nos manter informados, pois com certeza todos os seus seguidores estão torcendo pela recuperação de sua saúde!
Desde o dia em que comunicastes do seu estado de saúde todos nós queremos sim saber notícias, nem que seja umas palavras, desejo-lhe coragem e força para continuar e com certeza vais conseguir se curar! Abraços
Ivone

Carla Ceres disse...

Que bom que você voltou, Tânia! Ontem mesmo comentei com o meu marido sobre a falta de notícias suas. Vou rezar pelo seu irmão também. Coragem, querida! Beijos!

Camila disse...

Hehehe bem vinda outra vez.....!! Huhuhuh

O Guri disse...

Já era sem tempo. Achei que tinha partido dessa pra melhor.

Fico muito feliz que tenha voltado... espero que não fuja outra vez.

Abraço,