segunda-feira, 24 de setembro de 2012

São Paulo, 23 de setembro de 2012, domingo – 23:09h



Oi meus queridos,

E para homenagear a “minha” primavera, que ontem completou 25 anos enfeitando a minha vida, resolvi escrever.
Na verdade, sinto muita falta de vocês, porém tanta coisa séria anda acontecendo, que fico me perguntando se tenho o direito de dividir com pessoas que como eu, também vivem problemas graves, meus momentos difíceis.
Continuo deprimida, embora lutando como louca pra sair dessa. Na semana passada, fiz uma endoscopia com biópsia. Apareceu um nódulo no esôfago, então estamos investigando o que pode ser.
É muito cansativo esse processo de exames em cima de exames. A impressão que tenho é a de que nunca mais terei saúde... E aí, além da revolta, me dá tristeza por não entender o que estou passando.
O que mais me dói, é ver minha filha, tão jovem e linda, vivendo comigo o processo do câncer. Vão fazer 2 anos que ela abriu mão da própria vida para cuidar de mim, até adoecer por isso.
Aí, me angustio, me revolto, me rebelo contra Deus e o mundo. Como consequência me encolho, me recolho, me imponho um auto ostracismo,  tudo o que desejo é ficar invisível!
Sei que é uma atitude egoísta.
Muita gente compartilha comigo as minhas e as suas próprias dores. Fiz amigos abençoados no blog!
Sou eternamente grata a cada pessoa que me mandou uma palavra de apoio, de consolo, de força, esperança e solidariedade.
Peço perdão pela ausência.
Estou começando um atendimento psicológico (eu me negava a aceitar esse tipo de ajuda) e sei que vou ficar bem.
Também vou retornar ao trabalho em outubro. Seja qual for o resultado da biópsia, continuarei lutando, e, espero contar com o apoio, a visita, a amizade e as palavras de cada um de vocês.
Tô na área de novo. Se derrubar... é PÊNALTI!
Obrigada por vocês existirem e fazerem parte da minha luta. Um beijo em cada um, com todo o meu carinho.
E quanto a você, minha ESTRELA-FLOR-AMOR MAIOR, obrigada por perfumar com sua existência essa minha vida, às vezes, tão egocêntrica e mesquinha. EU TE AMO, Tatá!!!
Até amanhã, e dessa vez, é amanhã mesmo!
__________________________________________________

Para Waldir Negreiros,


Amigo certo das horas incertas, que com seu carinho e apoio, várias vezes, não somente me ajudou a sair do sufoco, mas provou que ser bom é característica pessoal e intransferível, que não se compra no shopping, nem se encontra em aplicativos do facebook.
Obrigada pela amizade, meu querido. Você vive no meu coração!

Mil beijos,
Tania Pinheiro.

3 comentários:

Célia Rangel disse...

Tania e Tainá! Pessoas queridas! Duplo parabéns à quem aniversaria e à quem tem o privilégio de tê-la como cuidadora amorosa! Isso é cósmico. Encontramos seres em nossa vida que se doam sem nada pedir em troca! Ainda creio no humano. Rubem Alves diz que "ostra feliz não faz pérola"... é o grão de areia que há dentro dela que a faz sofrer até tornar-se pérola... Pessoas felizes ficam em sua zona de conforto. Sedentarizam-se até nas ideias, no espiritual... Apesar de, "queridas meninas", viver é uma arte e positividade é a nossa mola mestra que nos impulsiona para enfrentarmos obstáculos! Força. Fé. Tudo passa. Contem com minhas orações!
Beijos, Célia.

Carla Ceres disse...

Oi, Tania! O apoio psicológico vai te fazer muito bem. Seria importante até pra Tainá, que está enfrentando essa situação difícil com você. Por favor, continue nos informando para podermos te fazer companhia, mesmo que à distância. Torço por vocês. Força!

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Parabéns às duas, é preciso pensar que tudo vai passar. A sua filha também não se perdoaria se não lhe permitisse partilhar a sua dor. Eu entendo bem! Por isso nunca se culpabilize e pense que é uma experiência que, apesar de dolorosa, vai passar e enriquecê-las enquanto pessoas!Bjs