sexta-feira, 3 de maio de 2013

Juntando letrinhas, para aliviar o coração...



Oi meus queridos...

Algum de vocês já se sentiu vazio, apesar de estar com um monte de coisas entulhadas no peito? Assim, como se carregasse nos ombros, o peso de todos os pecados do mundo? Como se precisasse de um mar de lágrimas para lavar a alma e aquecer o coração?
Algum de vocês, já teve uma vontade enorme de sair correndo, gritando palavras obscenas (ou trechos de Camões), sem se importar se iriam considera-lo louco, e, quando finalmente o cansaço lhe fizesse parar, respirar fundo, sentar na calçada e... chorar até secar as mágoas?
Algum de vocês já sentiu um medo enorme, profundo, sem quê nem porquê? Medo. Só isso!?!
Algum de vocês já precisou pedir colo, mas sabendo que quem poderia te atender está tão carente quanto você, fez pose de durão e, curtiu sozinho a sua precisão?
Então... Apesar de ter ido ao aniversário do Leandro e ter me divertido a beça (inclusive conhecendo pessoas maravilhosas!), apesar de estar vivendo um momento muito especial com a minha Tatá, apesar de pelo menos aparentemente, estar bem, estou sentindo tudo o que escrevi aí em cima!
Se algum de vocês já passou por isso e superou, por favor, me dá um toque: Preciso de ajuda.
To aceitando simpatias, novenas, banhos, exercício de respiração, meditação, passes, om’ns, enfim, vale tudo para voltar a sorrir, me sentir forte, acreditar que vai dar certo, fazer planos... Lutar para ser feliz!
Estou procurando casa. Preciso me mudar de onde estou. Tem muito mofo, muita humidade, é longe e perigoso. Não está nos fazendo bem. Então, se alguém souber de um lugarzinho agradável, pros lados do Butantã ou até mesmo mais para o Centro, me dá um toque.
E quem precisar de uma cozinheira de mão cheia (sem modéstia) para jantares, festas, e até congelados, também estou a disposição.
Preciso trabalhar, ocupar a mente e as mãos... E lembrar de agradecer todos os dias a Deus, aos que me amam e a vocês, pois estou viva e tive a infinita graça de SABER ESCREVER o que me vai no coração.
Obrigada de verdade.


Mil beijos,
Tania Pinheiro.

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Tania!
Uma mensagem para você:
"Vivendo segundo seu espírito, você toca o espírito dos que fazem parte de sua família humana. Leia seus dizeres, veja suas criações, ouça suas músicas. Sua própria alma se alargará."(Karen Katafiasz)
Bjs e força!
Célia.

Anônimo disse...

Difícil, mas vamos tentar minha amiga, Afinal temos pessoas que estão juntos nesta luta tão árdua, ao nosso lado. tenha fé converse sempre que precisar e fale tudo que te aflínge, pode não resolver muito mas alivia, já e um começo. Não perca a esperança quando achar que estiver sem ela pare feche os olhos respire fundo e de um tempo.E recomece . Um forte abraço a vc e a Tati. - Lu

P.S. Lucas disse...

Parece que você tem vinte anos. Eu estou passando por isso agora, já passei antes e sempre melhorou.

Acho que você tem disposição de sobra para enfrentar isso, todas as vezes que crises assim acontecerem.

Abraço,

Carla Ceres disse...

Oi, Tania! Já passei por tudo isso. Foi um teste de resistência. Venci me concentrando em uma coisa de cada vez e fazendo exercício físico. Persista que você consegue. Beijos pra vocês duas!