sábado, 17 de setembro de 2011

Exercitando a retribuição, porque se entregar é preciso!


Oi meus queridos,

Vocês já perceberam, como na vida raramente retribuímos o que recebemos de forma correta?
Quantas vezes, no dia a dia, recebemos um sorriso, um bom dia, um aceno, e nas nossas atribulações, mergulhados que estamos em nossos pensamentos, não devolvemos, e quando o fazemos, é de forma mecânica, por pura educação?
Tenho recebido a vida inteira, muito mais do que retribuo. Neste momento de fragilidade então, nem lhes conto!
São palavras, gestos solidários, carinhos inesperados, declarações de amor e respeito, incentivo, apoio moral e financeiro, enfim, “coisas” no melhor sentido, que jamais sonhei receber, muitas vezes de pessoas que nem conheço!
Para mostrar minha gratidão e reconhecimento, resolvi criar uma janelinha, onde todos os dias, vou devolver com poucas palavras e uma imagem, este bem que tantos têm me feito, de graça, por puro amor, solidariedade e humanismo.
Vou começar de forma muito previsível, mas farei o possível para não deixar a memória me “driblar” e deixar de público, meu carinho àqueles que só carinho tem me dado.

Então lá vai:

Para Tainá, Leonardo, Ricardo, Felipe, Patrícia, Wagner, Iracy, Rosa, Adriana e Marcio Paulino.


O amor, não opera milagres. 
Ele é o milagre!
O amor puro, desinteressado, 
Que brota como água na fonte, 
E mata a sede dos mais desesperados, 
É dádiva divina a poucos concedida.
Acalma a dor do corpo, alenta a alma ferida,
Traz paz no desalento, traz luz a própria vida.
Levanta, fortalece,
É bom como uma prece...
Assim é o amor que dás 
A Deus, a mim, ao mundo, 
Que faz de simples letras, AMOR
Um bem profundo... 
Amor dado de graça, 
Por graça, a tua graça...
AMOR, de abençoado, 
Por mim armazenado como alimento pra viver...

Até amanhã.
Milhões de beijos,
Tania Pinheiro.

3 comentários:

Mery disse...

O amor é o milagre!
Acalma a dor do corpo, alenta a alma ferida, levanta e fortalece...
AMOR...MILHÕES DE BEIJOS.Mery.
Um ótimo fim de semana, fica com Deus!

Célia disse...

Olá Tania!
Amar e deixar-se amar... é fonte inesgotável de bênçãos! Receba-as em sua vida que um dia você também as ofertará! Ame-se muito!
[ ] Célia.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Que lindo poema e sentimento! O amor é também um grande amigo que nos acompanha desde que não lhe fechemos as portas! Bjs e coragem!